domingo, 20 de agosto de 2017

Tiago, José, Judas e Simão: Irmãos uterinos de Jesus? - Um pouco de grego e acaba dúvida protestante

A imagem pode conter: 1 pessoa


Em vista de passagens bíblicas referentes aos "irmãos" de Jesus, os protestantes insistem na tese de que Maria teve uma penca de filhos. Se Jesus teve "irmãos" - raciocinam - Maria teve outros filhos. Mas não é bem assim.

Jesus era judeu. A cultura em que vivia, era judaica.
Ora, sabemos que o uso hebraico consagrou, com o termo "irmão" (hebraico "ah", aramaico "aha"), não só os filhos de um mesmo casal, mas ainda parentes mais diversos.

Assim Ló, sobrinho de Abraão, é chamado "irmão" deste (Cf. Gn 13,8).
Os filhos de Cis, primos de Eleazar, são igualmente designados seus "irmãos" (Cf. I Cr 23,22).

Esse era o uso semita. E tal uso se faz notar também no Novo Testamento, uma vez que, mesmo escrevendo em grego, os autores neotestamentários, influenciados pelo uso oriental, deixaram-no transparecer, chamando de "irmãos" de Jesus a pessoas que, de acordo com a Tradição da Igreja, eram filhos de um outro casal.

Tiago, José, Judas e Simão são quatro pessoas identificadas, pelos evangelistas, como sendo "irmãos" de Jesus.
Seriam filhos de José e Maria? Seriam irmãos uterinos de Jesus?
Não! Não eram, não!

Os quatro tinham outros pais.

A comprovação disso, a encontramos no texto grego do Novo Testamento. Senão vejamos.
Em Mc 6,3, segundo os melhores textos de referência (como o preparado por Westcott e Hort) lemos:

"οὐχ οὗτός ἐστιν ὁ τέκτων, ὁ υἱὸς τῆς Μαρίας καὶ ἀδελφὸς Ἰακώβου καὶ Ἰωσῆτος καὶ Ἰούδα καὶ Σίμωνος"
Que traduzido é:
"Não é este o carpinteiro, filho de Maria, e irmão de Tiago, e de JOSET ( ωστος) , e de Judas e de Simão?"

E em Mc 15,40 temos:
"Ἦσαν δὲ καὶ γυναῖκες ἀπὸ μακρόθεν θεωροῦσαι, ἐν αἷς καὶ Μαρία ἡ Μαγδαληνὴ καὶ Μαρία ἡ Ἰακώβου τοῦ μικροῦ καὶ Ἰωσῆτος μήτηρ καὶ Σαλώμη"
Que traduzido é:
"E também ali estavam algumas mulheres, olhando de longe, entre as quais também Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago, o menor, e de JOSET ( ωστος), e Salomé"

Destaque-se, nas duas perícopes, o vocábulo " Ἰωσῆτος ", correspondente ao nome próprio "JOSÉ", na forma "Ἰωσῆτος" ("JOSET").
É uma variante. Uma variante muito significativa.

Essa variante "Ἰωσῆτος", usada para o nome "JOSÉ" (em português soaria "JOSET") SÓ APARECE, NO NOVO TESTAMENTO EM MC 6,3 E MC 15,40.
Ou seja, ao usar "Ἰωσῆτος", em 6,3 e 15,40, Marcos mostra claramente que refere-se, nos dois passos, à MESMÍSSIMA PESSOA, isto é, ao mesmo JOSET.

Isso é corroborado pela presença, nos dois textos, do nome de Tiago.
Em Mc 6,3: "TIAGO... E JOSET"...
Em Mc 15,40: "TIAGO... E JOSET"...
São os mesmos!
Tiago e Joset, em Mc 6,3 e 15,40 são os mesmos indivíduos.

O nome JOSÉ, em particular, é grafado no Evangelho de Marcos sempre " Ἰωσὴφ" e NUNCA "Ἰωσῆτος ", como por exemplo em Mc 15,43 (referência à José de Arimatéia (" ἐλθὼν Ἰωσὴφ ὁ ἀπὸ Ἁριμαθαίας").

Só em 6,3 e 15,40 o evangelista usa " Ἰωσῆτος". Só nessas passagens.
Em NENHUMA outra. É o mesmo indivíduo! É o "irmão" de Jesus! Assim como Tiago.

Só que em Mc 15,40 eles são ditos filhos de uma "OUTRA MARIA", consoante os dados de Mateus, referindo-se à mãe dos dois personagens:

"E, no fim do sábado, quando já despontava o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a OUTRA MARIA foram ver o sepulcro" (Mt 28,1)

Essa "OUTRA MARIA" (mãe de Tiago e JOSET), é óbvio, NÃO É a mãe de Jesus, pois sempre que se referiam à mãe de Jesus, os evangelistas o faziam abertamente, chamando-a MÃE Dele, como em Mt 12,46 e At 1,14.

Pelo que TIAGO E JOSÉ, chamados "irmãos" de Jesus eram, na verdade, filhos de uma "OUTRA MARIA". NÃO ERAM FILHOS DE MARIA DE NAZARÉ!

O mesmo para Judas, visto que era irmão de Tiago (Cf. Jd 1).
O mesmo também para SIMÃO que, conforme Hegesipo, era "PRIMO" de Jesus.

CONCLUSÃO:

TIAGO, JOSÉ, JUDAS E SIMÃO, referidos como "irmãos" de Jesus, na verdade eram apenas parentes próximos do Senhor (provavelmente primos), filhos de uma outra mulher, de uma "OUTRA MARIA", como a chama o Evangelho.

----------
Por Maria,
Fabio Morais



Fimdafarsa.